top of page

As 4 Tias das Emoções: Apatia, Antipatia, Simpatia e Empatia


PATHOS: uma palavra carregada de significado e que, ao longo da história, influenciou nossa compreensão das emoções. Originária do grego, ela descreve aquilo que sentimos, a parte emocional que nos conecta como seres humanos.


Vamos refletir um pouco sobre as nossas emoções e o quanto elas podem nos ajudar?


Num estilo leve, embarquemos em uma jornada para explorar as 4 "Tias" das emoções: Apatia, Antipatia, Simpatia e Empatia.

Apatia:

A primeira "Tia" em nossa lista é a Apatia. Ela nos visita quando nossas emoções estão adormecidas, quando simplesmente não sentimos nada.

Isso nos faz recordar o saudoso e querido Mário Quintana quando nos ensinava que:

"A indiferença é a maneira mais polida de desprezar alguém."

A Apatia, na verdade, nos lembra da importância de estar consciente de nossas emoções, mesmo quando elas parecem ausentes.

No meu ponto de vista, a Apatia é a maior vilã de nossa vida; não só porque nos faz perder qualquer possibilidade de conexão, mas também porque nos robotiza... E ser um "Humano Robotizado" nos tempos atuais é muito perigoso (ja falamos o porquê disso em posts anteriores)



Antipatia:

A segunda "Tia" é a Antipatia, aquela sensação de repulsa ou aversão em relação a algo ou alguém. Embora seja natural sentir antipatia de vez em quando, é crucial reconhecê-la e buscar entender suas raízes. Muitas vezes, a Antipatia é apenas o resultado de mal-entendidos ou falta de empatia. A rigor, não há nada que uma boa conversa sincera não resolva...mas, a antipatia (não tratada) poder ser um bicho que afugenta pessoas e oportunidades da sua vida.

Tanto ela quanto a apatia podem até mesmo "fechar as portas" do seu negócio.



Simpatia:

A terceira "Tia" é a Simpatia. Ela nos leva a sentir afinidade ou compreensão em relação aos outros, mas é uma conexão mais superficial. Simpatia é como uma entrada para o mundo das emoções, mas não mergulha profundamente. É importante, mas não suficiente para construir relacionamentos verdadeiros.

Ainda assim, ainda é uma Tia mais agradável e "gente boa" do que as duas anteriores, rs.



Empatia:

A quarta e última "Tia" é a Empatia. Ela é a mais nobre das quatro, permitindo-nos verdadeiramente "enxergar através" dos olhos de outra pessoa. Com empatia, sentimos o que os outros sentem, criando uma ponte de compreensão profunda.

Mas, lembre-se, a empatia é apenas o começo.

Ainda sobre a empatia é importante fazer dois esclarecimentos, o primeiro é que empatia é uma habilidade e, como tal, pode ser desenvolvida. O segundo é que a empatia é neutra, ou seja, de nada adianta usar a empatia para "perceber" e "enxergar" o que outro precisa e ficar de braços cruzados.



Compaixão:

Aqui, devemos fazer uma distinção crucial.

Enquanto a empatia nos permite perceber (enxergar) o que o outro sente, é a compaixão quem nos impulsiona a agir.


A compaixão é a empatia em ação, é o impulso que nos leva a ajudar, a oferecer apoio e conforto quando alguém está em necessidade.

Um Convite à Empatia Compassiva:


A empatia compassiva é o convite para ir além do entendimento e dar um passo adiante.

É oferecer a mão quando alguém está caindo.

É mostrar hospitalidade, dando às pessoas o que elas realmente precisam, não apenas o que achamos que precisam.

Isso envolve, primeiramente, estarmos emocionalmente disponíveis e abertos de mente e de coração.


Curadoria (para ampliar o assunto):


Para aprofundar essa jornada emocional, separei algumas recomendações para você


Livros:

  • "A Arte de Amar" de Erich Fromm

  • "Emoções: Uma História" de Tiffany Watt Smith

  • "Em Patas" de W. Bruce Cameron

Filmes:

  • "Divertidamente" (Inside Out) - Uma exploração encantadora das emoções.

  • "Amor e Amizade" (Love & Friendship) - Uma comédia de época recheada de relacionamentos complexos.

  • "A Culpa é das Estrelas" (The Fault in Our Stars) - Uma história tocante sobre empatia e compaixão.

Textos/Artigos:

  • "A Diferença Entre Empatia e Compaixão" - Harvard Business Review

  • "Como Cultivar Empatia em Um Mundo Dividido" - Psychology Today

  • "A Ciência da Empatia e Por Que Ela Pode Curar o Mundo" - The Guardian


Nessa jornada pelas "4 Tias das Emoções", aprendemos que a empatia compassiva é a chave para a verdadeira compreensão e conexão humana. Ao praticarmos a compaixão, transformamos nossas emoções em ações que podem mudar vidas. Que a hospitalidade seja nosso guia, ajudando-nos a construir um mundo mais empático e compassivo.

Se você gostou desse post, envia para alguém que você ama!


Até a próxima!!!!



170 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Commenting has been turned off.
bottom of page