A Cultura Organizacional para a Hospitalidade

Atualizado: 29 de mar. de 2020


A Cultura Organizacional para a Hospitalidade

Para se ter numa empresa uma atmosfera acolhedora é preciso entender que o primeiro cliente a ser acolhido, encantado e fidelizado é o colaborador, ou seja, o cliente interno.


A qualidade de vida no trabalho é essencial e preponderante para a prestação de serviços com hospitalidade, empatia, cordialidade, humanidade.


Isso requer o desenvolvimento de uma cultura ou atmosfera organizacional que valorize e respeite todos os que direta e indiretamente prestam serviços à empresa.

Você já ouviu fala em Salário Emocional?


O salário emocional tem a ver com vários tipos e formas de incentivos e conexões emocionais que proporcionam uma atmosfera de confiança e bem-estar, e contribui para que pessoas queiram permanecer na empresa por sentirem pertencimento, comprometimento e envolvimento com a empresa, aumentando, assim, a produtividade de todos os envolvidos.


Exemplos de componentes do salário emocional são a comunicação interna clara entre todos, plano de cargos e carreira bem estruturados, espaços de lazer e descanso bem organizados e disponíveis, eventos corporativos que integrem tanto os colaboradores como suas famílias, reconhecimento e feedbacks construtivos, oportunidades de desenvolvimento e crescimento com oferta de cursos, palestras, treinamentos, rotinas de trabalho flexíveis, respeito à diversidade e necessidades especiais de cada um, comemoração de datas especiais, pesquisas constantes de clima organizacional etc.

O Salário Emocional deixa o cliente interno satisfeito