Hospitalidade é DIÁLOGO

Clique e ouça o texto abaixo

00:00 / 04:11

Em seu livro “Hospitalidade e Negócios”, o empresário Danny Meyer (dono de uma série de restaurantes renomados) atribui seu sucesso a dois fatores: boa comida e hospitalidade. Para ele Hospitalidade é também sinônimo de DIÁLOGO, ou seja, diz respeito a relações humanas, que por sua vez, pedem comunicação entre os envolvidos. Ele aponta, ainda, que essa característica hospitaleira não é “ensinável"

“Quando alguém tem a necessidade emocional de dar prazer a outras pessoas dizemos que tem um alto

HQ (Hospitality Quotient). Da mesma maneira que não se pode ensinar uma pessoa a ter um alto coeficiente de inteligência,

não se pode ensinar a ter um coeficiente de hospitalidade alto”

 

 

Ele ressalta que podemos ensinar pessoas a selecionar e contratar colaboradores com alto HQ, pois uma empresa não pode ser hospitaleira se não houver nela pessoas com esse perfil, e se a atmosfera organizacional não exalar acolhimento e hospitalidade.

 

Para Meyer:

“Há dois tipos de lâmpadas: incandescentes e fluorescentes. A primeira dá luz e calor, a segunda também dá luz, mas é fria. 

Há muitas empresas que nos querem como clientes, mas a gente prefere aquelas que nos fazem sentir melhor, não é mesmo?”

 

A chave do sucesso é conjugar excelência e hospitalidade.

 

Empresas ou profissionais que só têm um deles dificilmente terão sucesso. Profissionais ou empresas que apostam apenas na competência podem nos ter como clientes apenas uma vez, mas para conseguir nossa volta, fidelização, recomendação e confiança é preciso pôr as habilidades emocionais (emotional skills) em cena. Da mesma forma, não se pode deixar a excelência de lado e apostar apenas em “abraços grátis”!

Excelência e Hospitalidade precisam caminhar juntas!

Quando escolhemos esse ou aquele outro lugar, geralmente levamos em conta onde sentimos que estamos em casa, onde nos abraçam, onde conversam, dialogam conosco. Esse diálogo envolve, obviamente, uma escuta ativa e cuidadosa, além de um interesse genuíno em nosso interlocutor. Um profissional ou uma empresa que tenha capacidade de dialogar com seus clientes internos e externos tem mais chances de estabelecer e fortalecer vínculos, desenvolver uma atmosfera de bem-estar, criar memórias positivas e aumentar as suas chances de sobreviver e competir no mercado.

Hospitalidade é Comunicação!

Quando se pensa em relações humanas, seja na esfera pessoal, social, profissional, real ou virtual, pensa-se em hospitalidade.  Hospitalidade é também o compartilhamento, por meio das várias formas de comunicação (verbal e não-verbal), de ideias, pontos de vista, histórias de vida, expressões de acolhimento etc.

A hospitalidade é um assunto que deve ser tratado entre pessoas que assumem os riscos de estabelecer diálogos e de abrir-se ao outro.

Os diálogos da hospitalidade devem ter o objetivo de aproximar, empatizar, incluir, acolher, surpreender, encantar e gerar confiança. É a partir dessas trocas que a hospitalidade nos proporciona experiências gratificantes que, no caso dos negócios, podem se traduzir em encantamento, fidelização e advocacia de marca.

FALE CONOSCO

Nossa equipe está sempre por aqui. Entre em contato conosco, teremos o maior prazer em retornar no menor tempo possível.

whatsapp-2071331.png

MANDE UMA MENSAGEM PRA GENTE

VISITE NOSSAS REDES SOCIAIS

  • Facebook - Círculo Branco
  • Hospitalidade Net
  • Hospitalidade Net
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

© 2020 por hospitalidade.net  |  Todos os Direitos Reservados  |  Brasil  |  Webmaster: Fernando A Silva  |  Políticas de Privacidade e Termos de Uso